in

Tudo sobre Açúcar

iguaria-tipos-de-acucar

O açúcar é um dos ingredientes essenciais da culinária, este pode dividir-se em diferentes formas e diferentes tipos, aqui vai a lista dos principais:

Formas de Apresentação do Açúcar Comum

  • Açúcar Refinado Amorfo – O chamado açúcar branco, tem uma granularidade fina e uma cor branca, utilização caseira para todo o género de cozinhados, podes ser usado para praticamente tudo.
  • Açúcar Refinado Granulado – Açúcar puro, não tem corantes, não tem humidade, pode ser apresentado em cubos em pedra ou granulado. Muito utilizado em várias industrias alimentares, é excelente para criar xaropes e de fácil solubilidade.
  • Açúcar Demerara (ou Amarelo) – Açúcar amarelado granulado, resultado da purgação do açúcar mascavado e com um teor de melaço na composição, também muito usado, especialmente para o fabrico de bolos pelo seu sabor mais rústico, pode ter vários tipos dependendo do conteúdo de melaço, uns mais claros outros mais escuros.
  • Açúcar Mascavado – Açúcar bruto e petrificado de coloração variável entre o caramelo até quase ao preto (dependendo do conteúdo de melaço e da proveniência do açúcar), um açúcar com um alto teor de melaço resultado da cristalização do mel de engenho.
  • Açúcar Cristal – Um açúcar com cristais grandes e transparentes, usado principalmente para bolos e doces, é económico e rende bastante, criado por um refinamento leve que retira 90% dos sais minerais do açúcar, criando um açúcar que dificilmente é dissolvido em água.
  • Açúcar de Confeiteiro (ou Glacúcar) – É um açúcar de grãos muito finos e cristalinos, muito utilizado na industria alimentícia, usado em coisas como biscoitos ou bebidas.
  • Xarope Simples – Um liquido transparente, límpido e doce, basicamente açúcar dissolvido num pouco de agua, excelente para se incorporar em medicamentos, bebidas ou doces.
  • Xarope Invertido – Um liquido transparente, límpido e doce, uma combinação de 1/3 de glicose, 1/3 de frutose e 1/3 de Sacarose, isso cria uma solução muito resistente a contaminação microbiológica, agindo também contra a cristalização e humidade. Muito utilizada em conservas ou produtos que se quer que resistam com mais facilidade, como gelados, sorvetes, caramelos, biscoitos ou bebidas.
  • Açúcar Orgânico – Açúcar granulado que podes ser claro ou escuro (mas nunca claro como o açúcar branco), sem nenhuns aditivos químicos no seu processamento, tanto na fase agrícola como na industrial, tende a ser a opção mais saudável mas também a mais cara, o equivalente ao açúcar amarelo.

Diferentes tipos de Açucares Brancos

  • Açúcar de Mesa ou Branco – Como disse em cima é um açúcar granulado, existem muitos tipos de refinamento, mas basicamente são feitos a partir da cana do açúcar ou da beterraba, é um açúcar muito processado, normalmente 50% glicose e 50% frutose, é bom e simples mas provavelmente não o mais saudável dos açucares, especialmente por acaba por ser um aditivo comum de variados alimentos produzidos industrialmente e como tal muitas vezes ingerido sem conhecimento.
  • Frutose Cristalina (ou Açúcar de Fruta) – É um açúcar um pouco mais fino que o açúcar regular, muito utilizado para aromatizar gelatinas, pudins ou bebidas em pó. No entanto a de notar que como feito totalmente a partir de frutose  é um tipo de açúcar que não deve ser ingerido com frequência porque é mais prejudicial para a saúde consumido habitualmente que o açúcar branco.

Diferentes tipos de Açucares Castanhos

  • Açúcar Amarelo – Com várias cores, e diferentes sabores, tendencialmente tem um sabor mais rústico e complexo que o açúcar branco, usado tanto em pastelaria como em pratos gerais, pode ser utilizado em substituição do açúcar branco diretamente.
  • Açúcar Evaporado de Cana – Um açúcar simples de criar, basicamente o sumo da cana de açúcar é aquecido e evaporado para criar cristais de açúcar, tem um sabor característico e uma cor de caramelo, é um dos tipo de açúcar mais saudáveis que se pode arranjar.
  • Açúcar Mascavado (ou Turbinado, ou Rapadura) – É um açúcar pouco processado ou parcialmente processado, normalmente só uma parte do melaço foi retirado por lavagem, tem um tom muito escuro e uma cristalização menos regular, cada um destes difere pelo seu processamento, sendo o Mascavado ligeiramente mais processado que o Turbinado e por fim o Rapadura é o menos processado de todos e muito rico em ferro.
  • Açúcar de Palma (ou de Coco) – É um açúcar criado a partir da seiva da palmeira (o de coco é também feito a partir da seiva da palmeira do coco, não é feito a partir do coco em si, só da árvore), normalmente difere entre as cores douradas ou castanho escuro, tende a ser muito granulado e muito pouco processado, muito utilizado no Sudoeste Asiático e com um conteúdo glicémico inferior a açucares de cana ou beterraba.

Diferentes tipos de Açucares Líquidos

  • Xarope de Milho – O xarope de milho é obtido na conversão do amido do milho, criando um açúcar com 55% de Frutose e 45% de Glicose, o que o torna quase tão doce como sacarose, muito utilizado na industria alimentar, devido a ser fácil de criar e barato, mas não é muito saudável, especialmente se tomado regularmente, visto estar ligado a problemas como diabetes, obesidade ou problemas cardíacos.
  • Xarope de Agave – Um xarope criado a partir do néctar da planta agave, feito praticamente de frutose, mais de de 90%, bastante utilizado em bebidas, no entanto visto o agave não ser naturalmente doce para ser criado este xarope tem de ser muito processado, logo isso e um alto nível de frutose, torna este açúcar não muito recomendado para uso diário.
  • Xarope de Yacon – Criado a partir das raízes da planta do yacon da região andina da América do Sul, é um açúcar sem glucose e pouco processado e como tal recomendada para diabéticos, no entanto esta pode ter até 50% de frutose e como tal deve ser usada com alguma descrição.
  • Xarope de Arroz – Criado a partir da fermentação de arroz integral para transformar o amido em açucares, tem um sabor ligeiramente torrado e característico, pode ser usado sem problemas como substituição do açúcar ou mel, no entanto é menos doce que o açúcar.
  • Melaço – Sub-produto da criação do açúcar, liquido viscoso e preto em cor, é um adoçante de muito boa qualidade, tendo um sabor muito característico, devido a sua natureza este é rico em diversos nutrientes como ferro ou cálcio, tem metade da sacarose que o açúcar comum.
  • Xarope de Bordo (ou Maple Syrup) – É feito a partir da seiva da árvore de bordo preto ou vermelho, tem menos calorias que o açúcar e uma boa concentração de nutrientes, quase comparável ao mel em termos nutricionais, feita a partir da evaporação da seiva até esta atingir uma concentração de açúcar a rondar os 60%, graduado por cores, sendo A – Claro e B – Escuro, claro que o escuro é mais saudável e na minha opinião tem melhor sabor que o tipo A.
  • Mel – É uma mistura complexa de açucares e vários compostos como frutose e glicose, tem vários nutrientes e diversos compostos antioxidantes e anti-microbianos, a composição depende do néctar das flores a volta da colmeia, criando os diferentes sabores do mel, mel não precisa de ser processado para ser preservado e como tal tende a ser um dos poucos produtos que é ingerido sem sofrer qualquer processo industrial (mesmo que nem sempre é o caso, algum pode ser pasteurizado o que só diminui a qualidade do mel), pode ser misturado com diversos meis, no entanto este pode ter partículas de cera ou pólen, dai que deve-se ter cuidado a ingerir mel quando se tem uma alergia e sim existe mel especialmente filtrado para ser ingerido por crianças ou pessoas com alergias a poléns.

2 Comentários

Deixa uma Resposta

Responder a anabela Moreira Cancelar resposta

Arroz de Pato Caseiro

Madalenas