in

Porque Comprar um Frango Inteiro?

criar-caldo-de-galinha

Podia também dizer porque comprar uma galinha inteira? Especialmente nestes tempos de vacas magras é importante fazer escolhas inteligentes, mas não é preciso escolher “gato por lebre”, nem sempre o mais barato tem pior qualidade ou dá mais trabalho, então porque comprar um frango inteiro em vez de comprar umas coxas ou peitos de frango?

  • Porque é mais Barato!
    99% das vezes (sempre podem aparecer promoções) é bastante mais barato ao quilo que qualquer outra peça do frango sozinho, e não escolham frango do churrasco, porque isso é o mesmo que um frango normal aberto, demora 5 segundos a transformar qualquer frango normal em frango do churrasco.
  • Porque foi menos Processado!
    Para teres peitos de frango ou asas ou pernas alguém teve de manipular o frango, também a maioria das paletes tem várias pernas ou peitos de frango, o que quer dizer que numa palete tens vários animais, o que pode criar contaminações cruzadas ou mais hipóteses de teres algo com menor qualidade, o mesmo problema de carne picada que vem em paletes (em vez de picada no talho).
  • Porque tiras melhor Proveito!
    Com 1 frango, podes fazer caldo de galinha, podes retirar 2 peitos, 2 pernas, 2 coxas e ainda retirar bastante carne do resto da carcaça (vê as instruções mais detalhadas no fim deste artigo), sem contar com a frescura dos ingredientes, é bastante comida.
  • Porque por vezes tens Bónus!
    Galinhas trazem ovos, frangos normalmente trazem os miúdos (o fígado, coração, pescoço do frango) com o qual podes dar sabor a vários pratos ou fazer outros pratos, é extremamente nutritivo e delicioso.
  • Porque é fácil de Arranjar!
    Com um pouco de prática podes preparar um frango num instante, mas se não tiveres paciência, vai ao talho e pede para separarem, não custa nada e os talhantes fazem isso num abrir e fechar de olhos.

Ok, aqui vai +/- como eu gosto de fazer!

  1. Eu normalmente compro 2 frangos (ou 1 galinha), para desmanchar o frango começa pelas pernas, usa uma faca curta afiada para a maior parte do trabalho, com o frango virado para cima, dá um corte na pele entre o peito e a perna, empurra a perna para trás vais sentir que o osso que liga a coxa á carcaça vai-se deslocar e ficar saliente, dá um corte ai para separar e depois puxa a coxa na direção da cabeça e ela deve separar com facilidade, usa a faca para cortar pele ou ajudar a separar, repete o mesmo com a outra perna.
  2. Agora aqui podes decidir separar a coxa da perna, se é um frango eu deixo os 2 juntos, se for uma galinha como tem mais carne faz mais sentido separar, é bastante fácil entre a coxa e a perna existe um pequeno veio de gordura que está mesmo onde fica a junção dos ossos, corta ai e tens uma coxa e uma perna!
  3. De seguida vamos ás asas, vira a carçaca nas suas costas, agarra numa assa e segue á volta do bolbo da assa que liga á carcaça, com a faca é facil tirar, nem é preciso deslocar, e repete o mesmo com a outra assa, se quiseres usar as asas para fritar ou snack food, podes separar a assa em pedaços, a assa deve estar dividida em 3 partes, usa um cutelo e corta a ponta (que não tem muita carne, mas é boa para o caldo), e separa as outras duas partes que tem carninha, ai está!
  4. Por fim vamos retirar os peitos, para isso com o frango com as costas para cima, dá um corte se for necessário entre os peitos e as costas, depois com as mãos parte a metade das costas e retira essa parte das costas, deve ser fácil visto que um frango parte naturalmente nesse ponto, agora continua com a faca pelas costas até ao fim, e abre, pode ser preciso dar mais um par de cortes só para soltar e abre como se fosse um frango  assado, agora segue com o dedo a cartilagem que separa os dois peitos e retira a cartigem, por fim usa um cutelo ou uma faca e segue o seio onde estava a cartilagem para separar os 2 peitos, e já está, 2 peitos perfeitos! Se quiseres neste ponto podes usar a faca e separar melhor o resto do osso preso a cada peito de frango.
  5. Muito complicado? Acreditem que não é, eu faço isso num instante, e nem preciso de ser super preciso porque a restante carcaça vai para criar caldo, e depois do caldo estar feito eu retiro toda a carne de galinha que eu não cortei decentemente, também se não for cozinhar as assas eu ponho elas na panela do caldo e depois retiro a carne delas, assim cada vez que compro 2 frangos, tenho caldo, tenho 4 peitos que congelo, 4 coxas/pernas e uma chávena de frango já cozido.
  6. Para o caldo eu ponho a carcaça, os pescoços, as assas, 1 cenoura ás rodelas, meia cebola aos nacos, e se tiver a mão um pouco de alho francês, nada mais e nada de sal, encho a panela com água até cobrir tudo e deixo cozinhar por uns 40 minutos em lume médio/baixo, a borbulhar mas não a ferver, quando passar o tempo, retiro do lume passo por um escoador de malha fina para um jarro de plástico e levo ao frigorífico o caldo.
  7. Então o que fazer com os miúdos? bem eu normalmente cozinho tudo numa frigideira com especiarias, meia cebola picada, dentes de alho, de vez em quando umas fatias de chouriço ou toucinho, mais os corações, fígados e pulmões do frango, deixo cozinhar tudo bem até ficarem dourados (retiro os fígados primeiro, porque eles cozinham rápido mas os pulmões e coração precisam de mais tempo), depois retiro e ponho numa picadora e faço uma espécie de paté de miúdos, é absolutamente delicioso!

Mais umas Dicas:

  • Se quiseres um caldo com um sabor mais torrado, antes de pores a água, frita com um fio de azeite um pouco a carcaça, até ganhar cor, e depois põe os vegetais e a água.
  • Os vegetais na água não são essenciais para um caldo, são mais para aromatizar, podes experimentar diferentes combinações e no fim quando fores a escoar, aproveita esses vegetais cozidos para outro prato.
  • Muitas receitas de caldos falam em 2 horas ou mais, é verdade que para alguns tipos de carne para tirar o máximo sabor é preciso muito tempo, especialmente se  carne tiver muito colagénio, mas frango/galinha é uma carne magra, não necessita de horas para se tirar o máximo sabor, esse tempo todo só vai reduzir o caldo.
  • Depois de feito o caldo leva ao frigorífico, o frio vai fixar a gordura toda no topo, isso não só ajuda a proteger o caldo mas quando for altura de usar, retira a gordura ou usa só um pouco assim tens um caldo mais saudável e saboroso (se fores fazer canja é preferível retirar a maioria da gordura, tens uma canja mais suave).
  • Depois de levares o caldo ao frigorífico, se não fores usar, retira a gordura, divide em embalagens e congela, assim tens sempre caldo para usar.
  • Se fores congelar os pedaços de frango, é preferível congelar separadamente, com ou sem pele, dependendo do género de cozinhados que estás a pensar em fazer!

2 Comentários

Deixa uma Resposta

Responder a Miguel D Cancelar resposta

Folar da Marinha Grande

Bacalhau à Gomes Sá