in

Bolo de Mel da Madeira

iguaria-bolo-de-mel-madeira

O tradicional Bolo de Mel da Madeira é um daqueles doces tradicionais que muitas vezes é melhor comprar já feito que ir fazer, visto que dá um pouco de trabalho, mas que dia é hoje? 8 de Dezembro!

O tradicional dia da Nossa Senhora da Conceição e o dia tradicional para se fazer o Bolo de Mel, para este estar bom para o Natal, por isso nada como seguir a tradição e ir fazer uns belos bolos hoje!

O Bolo de Mel da Madeira é um bolo denso cheio de frutos secos e especiarias, delicioso e que aguenta durante 1 ano inteiro (dai dizer-se que no dia 8 de Dezembro come-se os restos dos bolos do ano passado e faz-se novos hehehe). Esta receita dá para uns 6 bolos médios, reduz a receita se quiseres fazer menos quantidade.

Receita de Bolo de Mel da Madeira

Ingredientes

Instruções

  1. No dia antes de preparares o Bolo de Mel, vais ao padeiro comprar pão em massa (massa que já vem bem fermentada), em alternativa podes juntar 250gr de farinha, 100ml de água tépida e 10gr de fermento de padeiro, para criares uma massa de pão, depois agarra no que compraste ou fizeste, envolve com farinha e guarda dentro de um guardanapo num sitio morno de um dia para outro.
  2. No dia seguinte, começas por juntar todas as especiarias e esmagar bem num almofariz, corta as amêndoas, as nozes e o cidrão, dissolve o bicarbonato de sódio no vinho da Madeira.
  3. A parte, derrete a banha e a manteiga com o mel, junta a raspa das laranjas e o sumo e deixa morno.
  4. Num alguidar grande, peneira a farinha e o açúcar, faz uma cova no meio e deita aí a massa de fermento, depois amassa bem até teres uma bela massa homogénea, depois junta aos poucos a mistura de gorduras com o mel e laranja e vai amassando até a massa estar pronta.
  5. Depois de toda a mistura com o mel estar incorporada, junta os frutos secos, o vinho de madeira com o bicarbonato e as especiarias, amassa um pouco mais até a massa começar a desprender do alguidar.
  6. Agora abafas com um pano e deixa a levedar num sitio morno, durante uns 3 a 4 dias, por fim vais dividir a massa em bolos dos tamanhos que queres (de 250gr, 500gr ou maior), deita a massa em formas redondas e baixas bem untadas com manteiga e leva a um forno quente a 200ºC para cozer, depois de saído do forno decora com mais nozes, amêndoas e bocados de cidrão.
  7. Depois de feitos e arrefecidos, embrulha em papel vegetal ou película aderente e guarda em caixas, bem conservados eles duram 1 ano inteiro.

Dicas: Se retirares a grande maioria dos frutos secos e adicionares mais especiarias tu crias o chamado Bolo Podre (não deixes o nome assustar, basicamente crias um bolo mais apimentado e menos rico em frutos secos).

Algumas variações levam também passas, esta é a receita tradicional, mas eu prefiro com passas. Se não arranjares banha troca tudo por manteiga.

Para um bolo de 500 gramas os dados nutricionais são: Calorias: 4894, Gorduras: 243, Proteínas: 73, Carbonatos: 534.

Informação Nutricional

Doses: 20・Tempo: 80 Minutos・Dificuldade: Difícil・Calorias:29369 kcal・Gorduras: 1460 g・Hidratos de Carbono: 3206 g・Proteínas: 442 g

19 Comentários

Deixa uma Resposta
    • Ah são especiarias da Madeira… humm ora ai está algo que não sei, mas é pouca quantidade eu diria que é similar a mistura de 5 especiarias chinesas ou em duvida não ponhas nada! E da próxima vez que comprar vou ver os ingredientes! :)

    • Ah normalmente um forno quente é 200ºC um forno normal é 180ºC e um forno fraco é 140ºC :D Mas vou editar a receita para ser mais clara! Obrigado pela visita e comentário!

  1. Sou brasileira e fiquei com água na boca. Só não achei no Google nenhuma imagem ou referencia deste cravo-de-acha… teria alguma imagem dele? Obrigada!!!

  2. Uma nota sobre a nota (no fim da receita): Segundo livro de M.Lurdes Modesto, o Bolo Podre, típico de Beja, não leva manteiga mas sim azeite e, se fossemos cumprir a receita tradicional, seria feito com uma tal “farinha de roldão” que julgo ser uma farinha escura, não refinada. Fiz uma vez com farinha branca corrente e ficou bem.

    • Sim provavelmente o uso da manteiga é uma modernice (trocar óleos antigos por mais modernos), por acaso devia experimentar de ambas as formas, humm eu tenho de pesquisar essa farinha eu sei que existe uma farinha com esse nome mas é farinha branca :D

  3. Lendo esta receita, lembrei muito de minha comadre Maria de Freitas,portuguesa da Madeira. Todo ano ela fazia este bolo.Uma delícia. Ainda vou tentar fazer.Muito obrigada a vocês pela receita.

    • É uma mistura de especiarias… por aqui chamamos de “Especiarias da Madeira”, de qualquer forma só precisas de adicionar mais das outras especiarias e também fica bom :)

    • Não, erva doce é a erva de anis (Pimpinella anisum), sim muitas vezes o anis estrelado (Illicium verum), funcho doce (Foeniculum vulgare) ou alcaçuz (Glycyrrhiza glabra) tem um sabor similar doce e muitas vezes são usadas quando não se consegue arranjar erva de anis, mas não! erva-doce não é anis estrelado!

    • Claro que é mel de cana, mas eu não estou errado, mel de cana é a mesma coisa que melaço de cana. Claro que melaço pode ser feito com diversas outras fontes de açúcar como beterraba, nem todos os melaços são de cana e para ser genuíno neste caso tem de ser melaço de cana ou mel de cana sacarina ;D

Deixa o teu comentário :)

Pão com Chouriço

Bolo de Maçã e Canela