in

Tradições de Natal por Portugal

tudo-sabe-a-canela-no-natal

Não interessa qual o ponto do País, canela está por todo o lado no Natal, seguido de perto pelo bacalhau, praticamente todos os menus vão sempre ter bacalhau, quer seja na consoada ou no dia de natal, como alternativa também o polvo e as carnes assadas, então quais são os menus tradicionais pelas regiões de Portugal.

 Douro e Minho

  • No litoral-norte de Portugal, escolhe-se na consoada o polvo e o bacalhau, normalmente servidos simples e cozidos com batatas e couve portuguesa e bebe-se vinho quente com mel e pau de canela até ao fim da noite.
  • No dia de Natal, faz-se a Roupa Velha, que é como o nome diz feito com os restos do jantar da consoada, normalmente bem regados de azeite e alho. Come-se uma variedade de frutos secos, rabanadas e bolinhos de bolina.
  • No fim do dia, pode-se jantar um belo peru assado com creme de castanhas, seguido de mais docinhos, como mexidos de leite ou aletria.

Trás-os-Montes e Alto Douro

  • Mais para o interior norte os pratos são um pouco mais robustos, também claro vai-se pelo bacalhau da consoada  e talvez também polvo, tudo bem cozido, para depois ir-se aos docinhos e frutos secos, desde migas doces ás filhós de jerimú.
  • No dia de Natal, começa-se por uma canja rústica e de seguida serve-se um belo assado de peru, leitão, borrego ou porco, seguido, claro de mais docinhos.

Beiras

  • Para as vésperas, temos o delicioso bacalhau, claro cozido com batatinhas e couve, seguido de rabanadas, sonhos e filhoses.
  • Para o dia de Natal, escolhe-se um cabrito assado no forno com umas belas batatinhas assadas, com mais doces a seguir, tais como o bolo torto ou filhós de joelho.

Estremadura

  • Na Estremadura é bastante similar ás Beiras com o bacalhau na consoada e o cabrito no dia de Natal.
  • Para doces já muda um pouco tendo as broas (feitas de batata doce) uma presença na mesa, com fatias douradas (uma variação das rabanadas), as azevias e claro filhós.

Alentejo

  • Claro que temos o bacalhau para a consoada (antigamente era um galo) ou sopa de cação, seguido pelos tradicionais doces alentejanos de Natal tais como as azevias de grão ou batata doce.
  • No dia de Natal temos pratos de peru, recheado ou servido com enchidos alentejanos e mais doces como coscorões ou carolo.

Algarve

  • No Sul temos também o bacalhau na consoada (ou galo como no Alentejo), seguido de umas deliciosas empanadilhas (uma variação das azevias) e broas de milho.
  • Para o dia de Natal, temos peru recheado e assado no forno, com uma bela pilha de rabanadas e filhós para devorar depois.

Madeira

  • Na Madeira na consoada e no dia de Natal escolhe-se como entrada uma canja de galinha seguida de umas espetadas da Madeira, feitas de carne de porco temperada com vinha-e-alhos com migas de pão e legumes, seguido de bolo de família, bolo de mel da Madeira e de uns bons licores da região.

Açores

  • Os açores como a Madeira são um pouco diferentes nesta altura do Ano, com a galinha a ser o prato de eleição, quer em canjas, guisada ou assada, principalmente na Consoada, com doces como rabanadas ou variados bolos secos.
  • Para o dia de Natal podemos ter mais galinha ou outras carnes como porco ou vaca, seguidos de licores (muitos deles feitos em casa e artesanais) e claro o arroz doce.

2 Comentários

Deixa uma Resposta

Deixa o teu comentário :)

Bolo de Natal

Tudo sobre Bacalhau